12ª Edição do Festival Internacional de Cinema em Lisboa

São 10 dias de festival com uma programação culturalmente requintada e diversa do mundo do cinema, o DocLisboa, Festival Internacional de Cinema, inicia-se a 16 de Outubro e termina no dia 26.

Vão ser exibidos 250 filmes provenientes de 40 países, no total serão apresentadas cerca de 100 longas-metragens, contando com 40 estreias mundiais.

A sessão de abertura do festival acontece pelas 21h30, no auditório da Culturgest, com o filme “Maidan”, um filme que retrata os prostestos populares que tiveram inicio em Novembro de 2013 na praça central de Kiev opondo-se ao regime do presidente Viktor Yanukovich, e encerra no dia 26 de Outubro com o filme “Socialism” do realizador e historiador finlandês Peter von Bagh.

É de realçar ainda os três realizadores que o Festival DocLisboa vai homenagear, o realizador brasileiro Eduardo Coutinho, Harun Farocki e Alain Resnais, todos falecidos no presente ano.

Será exibido o filme “Cabra, marcado para morrer” de Eduardo Coutinho como forma de homenagear o artista luso-brasileiro.

O Festival apresenta ainda um Secção Heart Beat, dedicada na sua maioria aos documentários que se constroem devido a ligação entre música e artes performativas.

Esta secção começa com o “Fado Camané”, de Bruno de Almeida, este documentário acompanha o processo de criação de um álbum de fado de Camané.

Esta edição do Festival é dedicada a Peter von Bagh, por tudo o que deu ao mundo do cinema, e ao DocLisboa, este ano e apesar da redução orçamental para a programação, o DocLisboa promete ser ainda melhor do que nas edições anteriores.

O Festival vai-se encontrar espalhado por toda a cidade de Lisboa, desde o Cinema de S.Jorge, o Cinema Ideal, o Museu da Electricidade, ao Cinema City Campo Pequeno, entre outros muitos locais, o que torna impossível não nos cruzar-mos com um dos maiores festivais de cinema.

Fontes: O Público, Lisbon Docs, Rua de Baixo, Diário Digital, Cultura Online, Doc Lisboa 2014.

Adriano Ferreira

Tags: