80 mil nascimentos esperados para este ano

80 mil nascimentos é o número esperado para o ano de 2013 face ás dificuldades que o país atravessa, tendo diminuído 20% em relação ao ano passado, segundo o Instituto Nacional de Estatística ( INE).

Tendo em conta a crise que se faz sentir, a Presidente da Associação Portuguesa de Demografia, Maria Filomena Mendes, explicou que “se a tendência continuar vamos chegar a 31 de dezembro com menos de 80 mil bebés a nascer nas maternidades”.

Segundo o que uma socióloga do Instituto de Ciências Sociais disse à TSF, a queda da natalidade pode ter diversas razões, de entre as quais: “crise económica, precariedade ou falta de trabalho, bem como a saída de muitos imigrantes e a emigração de muitos portugueses em idade fértil que acabam por ter os filhos no estrangeiro”.

Portugal é um dos três melhores países europeus na área de neonatologia, juntamente com a Suécia e a Inglaterra. No entanto, teme-se que a longo prazo, a crise e os cortes na saúde alterem a situação de destaque do país.

A expectativa de Portugal chegar aos 90 mil nascimentos, número atingido no ano de 2012, torna-se cada vez menor.

Fontes: Diário de Notícias, TSF, Público

Ana Elisa Pereira e Diana Ferreira Santos

Tags: