Aldeia norueguesa é iluminada por espelhos

Uma aldeia norueguesa passou a ser hoje iluminada por espelhos gigantes instalados nas montanhas que a rodeiam.

Rjukan vive metade do ano, de Setembro a Março, na escuridão devido à sombra feita pelas montanhas que a envolvem, devido à falta de luz solar directa.

Os cerca de 3500 habitantes passaram esta quarta-feira a receber luz reflectida nos três espelhos instalados nas montanhas.

Os espelhos estão programados para direccionar os raios de luz para a praça principal da aldeia. Para o autarca Steinar Bergsland “o impossível concretizou-se”.

Martin Andersen, um artista local, desenhou os espelhos e concretizou, assim, uma ideia antiga.

Segundo o jornal Huffington Post, a ideia já tinha sido falada há 100 anos por um homem da indústria, mas na altura não havia tecnologia para concretizá-la.

O projecto causou, no entanto, polémica.

Questionou-se se era válida a utilização de dinheiros públicos na concretização da ideia.

Os espelhos tiveram um custo de 610 mil euros, sendo que 80% foi conseguido através de patrocínios.

Rjukan candidatou-se a património mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura ( UNESCO), como prova do engenho humano.

Fontes: Expresso, Público, SICnotícias, Visão, RTP, Globo

Sofia Martins

Tags: