Cavaco Silva volta a afastar cenário de eleições antecipadas

O Presidente da República voltou hoje a afastar o cenário de eleições antecipadas, afirmando que Portugal continua a ser um «país governável» e que o «normal» é os mandatos serem cumpridos até ao fim.

“Já disse noutra ocasião que é bom que Portugal seja na Europa um país normal e o normal na Europa, de que nós fazemos parte, é os mandatos serem cumpridos”, afirmou o chefe de Estado, Cavaco Silva, em declarações à imprensa, no final de uma visita à Base Naval de Lisboa no Alfeite, onde assistiu a um treino de apoio às acções de protecção cívil.

Cavaco Silva aproveitou ainda para reforçar uma ideia anteriormente por si defendida, ao recusar que Portugal seja um «país anormal dentro da Europa.

Se assim não fosse, acrescentou, “os outros olham para nós e os mercados também e dizem: “aquele país até parece ingovernável”.

O Presidente da República afasta deste modo um cenário de eleições antecipadas, mais uma vez reclamado pela oposição ao Governo após ter sido conhecido o Orçamento de Estado para 2014.

Fontes: Diário de Notícias, Jornal de Notícias, Diário Digital

João Filipe e Pedro Guarda

Tags: