Cerca de 88 mil empregos devem ser destruídos este ano

O Banco de Portugal (BdP) estima que em 2013 a economia portuguesa destrua cerca de 88 mil postos de trabalho, prevendo uma queda no nível de emprego de 1,9 por cento, segundo as estimativas divulgadas, esta terça-feira, pela instituição.

«No que respeita ao mercado de trabalho, a atual projeção antecipa uma redução do emprego de 1,9 por cento em 2013 (após a queda de 3,7 por cento em 2012), seguida de uma estabilização em 2014», diz o Boletim Económico de inverno do BdP.

Segundo as Estatísticas do Emprego divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística no passado mês de novembro existiam, no final do terceiro trimestre, cerca de 4,66 milhões de pessoas empregadas.

O banco central explica que esta evolução deve-se a uma queda no emprego tanto no setor público como privado, esperando no entanto que o emprego no privado volte a subir ao longo do próximo ano.

«No caso do setor público, considerou-se que a redução gradual do número de efetivos das administrações públicas se estenderia até final do horizonte de projeção», acrescenta o BdP.

Fontes: Impala, Diário de Noticias.

Diogo Almeida

Tags: