Cobertura do jogo Benfica – Juventus (evento)

No jogo que decorreu no Estádio da Luz, que pôs frente-a-frente os homens de Jorge Jesus com a Juventus, a contar para 1ª mão das meias-finais da Liga Europa, o Benfica entrou forte e, logo aos 2 minutos de jogo, após um canto de Sulejmani, Garay cabeceou forte e bateu o guarda-redes Buffon.

Sem Salvio e Gaitán, Jesus teve de recorrer à armada sérvia para os flancos voltou a apostar em André Gomes para o meio-campo.

Rodrigo e Cardozo, na frente, foram a primeira linha de pressão do Benfica que, ajudados por um dos extremos, obrigavam a linha de 3 defesas da Juventus a executar rápido, sem muito tempo para pensar o jogo.

Graças a esse plano, o Benfica fez o jogo que quis na primeira meia hora e obrigou a equipa italiana a jogar directo, sem que a bola passasse por Pirlo, o cérebro do jogo da equipa italiana.

Após esses 30 minutos de domínio encarnado, a “Vecchia Signora”corrigiu alguns pormenores e aproveitou um André Gomes lento nas decisões.

Tevez começou a ir atrás buscar jogo e Pogba a dar intensidade ao flanco direito, por isso o Benfica acabou a 1ª parte a gerir o resultado sob a pressão da Juventus.

Começou a 2ª parte e aos 55 minutos Artur respondeu ao cabeceamento de Pogba, fazendo uma grande defesa, e no contra-ataque do Benfica houve um lance para penalti claríssimo sobre Enzo, que foi derrubado por Cáceres na grande área, que o árbitro turco Çakir não assinala.

Jorge Jesus foi o primeiro a fazer alterações nos jogadores trocando Sulejmani por André Almeida e, depois, Cardozo por Lima, para dar mais mobilidade ao ataque.

As coisas pioraram para a equipa portuguesa com a entrada de Giovinco a ligar melhor o sector ofensivo da Juventus e, aos 73 minutos, com uma aceleração de Asamoah e cruzamento para Tevez ao ganhar um ressalto, marcaram os italianos.

Jorge Jesus esgotou as substituições, entrou Ivan Cavaleiro para o lugar de André Gomes e aos 83 minutos Lima apareceu embalado, após passe do recém-entrado e marca um golaço sem hipótese para Buffon.

Nos minutos que se seguiram, Artur voltou a estar em destaque com duas grandes defesas aos remates de Marchisio e Chiellini, enquanto que do outro lado Markovic, após grande trabalho de Lima, rematou a centímetros da baliza da Juventus.

O jogo acabou com um resultado de 2-1 a favor do Benfica é um resultado que deixa tudo em aberto para a 2º mao em Turin.

Pedro Marques e Guilherme Figueiredo

Tags: