Crime Sweetie: a menina virtual que caça pedófilos

Uma Organização holandesa identificou mil homens, de 71 países diferentes, dispostos a pagar para verem Sweetie, uma criança filipina de dez anos, em actos sexuais em frente à webcam.

Todos os dias, durante dez semanas, Sweetie sentou-se em frente ao computador com a câmara ligada e entrou em fóruns online.

Durante esse período, foi abordada por mais de 20 mil homens, dos quais mil estavam dispostos a pagar para a verem em actos sexuais diante a câmara. Só não sabiam uma coisa: que do outro lado estava alguém a espiá-los.

Segundo a Organização, a maior parte dos homens (254) é dos Estados Unidos. Os restantes eram sobretudo do Reino Unido, Canadá, Alemanha, Austrália, Turquia, Holanda e Itália. De Portugal foram identificados três sujeitos.

“Se não intervirmos em breve, esse sinistro fenómeno ficará totalmente fora de controlo”, salienta Has Guyt, director de projectos do grupo.

A organização quer que os Governos adoptem políticas de investigação pró-activa, que capacitem as autoridades para investigarem os pontos públicos de acesso à Internet, onde este tipo de abuso acontece todos os dias. “Os predadores infantis que fazem isto sentem que a lei não se aplica a eles”, lamenta Guyt.

Andreia Teixeira

Tags: