Décima Regata da Escola Náutica

O percurso tinha largada em Belém, rondagem da boia da Lage em Oeiras por estibordo e chegada a Belém.

O Sete Mares largou bastante bem, à frente dos outros concorrentes.

Esta primeira perna foi efectuda à bolina, tendo a frota escolhido estratégias diferentes, pois umas embarcações escolheram navegar mais perto da margem Norte, enquanto outras navegaram mais no meio do rio.

Como a maré se encontrava a descer nalgumas partes, a navegação era mais vantajosa no meio do rio, mas noutras mais junto à margem.

Como conclusão houve ganhos e perdas que se compensaram entre as embarcações.

A rondagem da boia da Lage em Oeiras foi efectuada por estibordo. A segunda perna que aí se iniciou terminava junto a Belém, onde foi efectuada a largada

Esta perna efectuda com o Spi teve diversas estratégias, pois o vento no meio do rio era mais forte, mas a corrente contra era também forte, e na margem Norte o vento era mais fraco assim como a corrente contra.

O Sete Mares optou por ir um pouco pelo meio do rio, porque se encontrava na terceira posição e tinha de ter uma estratégia diferente para tentar recuperar para outros barcos.

A estratégia das duas embarcações que se encontravam à frente alterou-se e estes mudaram para um rumo mais junto à margem Norte, passando junto a Passo de Arcos, Caxias, Jamor, Torre de Belém e Belém.

O Sete Mares apostou na margem Sul, passando junto à Trafaria, tendo como consequência a necessidade de cruzar todo o rio quando este ainda estava a descer com alguma força no meio do rio.

Após a passagem da Trafaria para a margem Norte, o Sete Mares constatou que já era impossível discutir a liderança com as duas embarcações que se encontravam à frente.

Passou a ser estratégia a defesa do terceiro lugar.

Foi isso que acabou por acontecer, mas muito apertado por outras três embarcações que chegaram dentro do mesmo minuto.

A classificação na classe E teve assim como vencedor o Fanático, em segundo o Libertino e terceiro o Sete Mares.

A entrega de prémios realizou-se na Associação Naval de Lisboa.

David Soares, André Lavrador e João Diniz

Tags: