Descarrilamento condiciona circulação no metro do Porto

Uma composição do metro do Porto descarrilou, esta manhã, no túnel que liga as estações da Trindade e da Lapa. De acordo com a PSP, não há registo de feridos.

Foi por volta das 8h30 que o condutor do metro, que circulava na linha laranja, entre Fânzeres (Gondomar e Senhora da Hora, Matosinhos), se apercebeu que existia uma anomalia nos rodados, convidando os passageiros a sair e evitar feridos.

Todos os passageiros saíram na estação do Heroísmo e o metro, já vazio, seguiu em direção ao túnel J, ramal reservado a manobras das composições.

Foto: Público

Durante o percurso, ainda passou pela estação da Trindade, mas já não chegou à estação da Lapa, saindo dos carris e batendo numa parede do túnel entre estas duas estações.

Segundo o Metro do Porto, a circulação no túnel da Lapa está a processar-se em via única, em alternância de sentidos.

Uma vez que este túnel está situado na zona do tronco comum da rede, a circulação condiciona todas as linhas, excepto a linha amarela.

Neste momento, estão em curso os trabalhos para que o veículo acidentado seja recolocado nos carris e retirado do túnel da Lapa.

“É um veículo de 40 toneladas e a operação de recolocação sobre a linha é demorada”, acrescenta fonte da empresa.

Para essa operação, está a ser usado um veículo especial, que funciona como uma grua sobre carris.

Fontes: Expresso; Público; Rádio Renascença

Andreia Teixeira

Tags: