• Início
  • Notícias
  • Filme de António-Pedro Vasconcelos nomeado para os prémios Goya

Filme de António-Pedro Vasconcelos nomeado para os prémios Goya

O filme “Os Gatos não têm vertigens”, estreado a 25 de setembro, está nomeado para a categoria de melhor filme Ibero-americano, dos prémios Goya, da Academia de Cinema Espanhola.

Este filme realizado por António-Pedro Vasconcelos, e argumento em co-autoria com Tiago Santos, pretende abordar os afetos, o amor e o drama social, questionando a pergunta: “para que serve o cinema em tempos de crise?”.

O filme conta a história de Jó ( João Jesus) que vive dentro de uma família disfuncional, com pouco afeto e compreensão, que se deixa levar pelas piores companhias do bairro onde vive.

Na história, também está Rosa ( Maria do Céu Guerra), uma mulher frágil que se debate com a morte de Joaquim ( Nicolau Breyner).

Jó é expulso de casa, no dia em que faz 18 anos, e acaba por refugiar-se no terraço de Rosa.

A partir daí as suas histórias cruzam-se criando uma relação de afeto e amizade.

Em 14 dias de exibição, o filme já conta com 49.422 espetadores no cinemas nacionais.

Sendo até ao momento o terceiro filme português mais visto em 2014, apenas ultrapassado pelo “Maias – Cenas da Vida Romântica” e o “Sei Lá”.

Produzido pela MGN Filmes e distribuido pela NOS Lusomundo Audiovisuais o filme já figura na 21ª posição dos filmes portugueses mais vistos, desde 2004.

Fontes: DN, Cinecartaz Público, ICA

Mário Rui Domingues

Tags: