Fonte da juventude descoberta

Na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, cientistas norte-americanos e australianos realizaram testes com ratos e conseguiram reverter o envelhecimento muscular destes, a partir de um composto químico.

A equipa de cientistas é liderada por David Sinclair, professor da Universidade de Gales do Sul, na Austrália. Foi quem realizou esta investigação e desenvolveu um composto químico que permite uma pessoa de 60 anos sentir-se como alguém de 20 anos.

Este composto é o que faz os ratos, utilizados na experiência, terem maior energia e ficarem com maior tonicidade nos músculos.

Sinclair, disse à cadeia australiana ABC: “Estudo o envelhecimento a nível molecular há quase 20 anos e nunca pensei constatar que o envelhecimento se pode reverter.

Pensava que teria sorte se o conseguisse desacelerar um pouco”.

Animado com a descoberta, o líder da investigação informou, ainda, que esta pesquisa favoreceu, também, a descoberta de uma nova causa para o envelhecimento dos músculos e explicou “é a comunicação entre os cromossomas do ADN do núcleo da célula e os do ADN das mitocôndrias que falha”.

Os investigadores contrariaram esta situação com a molécula que mantem os níveis altos na idade jovem e conseguiram diminuir o envelhecimento a 50%, como se viu nos ratos.

A investigação foi financiada pelo National Institute on Aging, Glenn Foundation for Medical Research, Juvenile Diabetes Research Foundation e pela United Mitochondrial Disease Foundation e até ao final do ano de 2014 esperam conseguir realizar testes semelhantes com humanos e esperam obter resultados tão bons como estes.

Será que é desta que foi encontrada a “fonte da juventude”?

Fontes: Jornal de Notícias, SRZD, Sapo

Ana Elisa Pereira e Diana Ferreira Santos

Tags: