Governo quer limitar número de animais por apartamento

O Ministério da Agricultura prepara-se para limitar o número de animais domésticos por apartamento.

Serão permitidos dois cães por habitação, e no caso dos gatos, esse número sobe para quatro.

Para ter mais bichos, os donos têm de ter quintal.

A bastonária da Ordem dos Médicos Veterinários, Laurentina Pedroso, considerou, esta terça-feira, que o projeto do Código do Animal de Companhia que o Governo quer aprovar é pior para os animais do que toda a legislação que se encontra dispersa.

Fonte: Google

Ainda sem conhecer o projeto que o Governo está a preparar e tendo em conta apenas o que leu na comunicação social, Samuel Vieira, da Associação Agir pelos Animais, considerou que esta questão do número de animais de companhia por apartamento “passa mais pela qualidade do que pela quantidade.

Percebo que um grande número de animais num apartamento pode levantar questões de salubridade.

Mas se as pessoas têm três cães e os têm bem tratados e a casa limpa, não vejo qualquer problema.

Já vi situações de donos que só têm um bicho e o têm imundo”, relata, sublinhando que é necessário ter em conta fatores como o tamanho ou o temperamento do animal.

O Mistério da Agricultura recusou-se a explicar as suas intenções ao jornal Público, tendo um dos seus assessores de imprensa, Daniel Pessoa e Costa, alegou que o diploma ainda não foi a Conselho de Ministros, não sendo, portanto, um documento fechado.

A associação Animal não compreende como é possível os regulamentos de condomínio passarem a estabelecer limites ao número de animais inferiores aos da lei, no qual, tudo deve depender da dimensão da habitação e das condições económicas dos donos.

Andreia Teixeira

Tags: