José Sócrates lança livro sobre tortura

O ex-primeiro-ministro, José Sócrates, lançou hoje um livro intitulado “A confiança no Mundo, sobre a Tortura em Democracia” no Museu da Electricidade.

O livro foi apresentado por Mário Soares e Lula da Silva, que fez o prefácio da obra.

O livro resulta da tese de mestrado de José Sócrates em Teoria Política, no Science Po – Institut d’Etudes Politiques de Paris, para onde foi estudar após a sua saída do governo.

Esta obra trata o tema da tortura na Democracia e os danos que a prática acarreta. Desta forma, o autor argumenta contra a legitimação da tortura em qualquer cenário.

Mário Soares, Lula da Silva e José Sócrates na apresentação

Esta obra trata o tema da tortura na Democracia e os danos que a prática acarreta.

Desta forma, o autor argumenta contra a legitimação da tortura em qualquer cenário.

Segundo José Sócrates, ” A condenação da tortura é muito mais do que uma simples norma legal; ela sempre foi um símbolo identitário para as democracias”.

Na apresentação, resumiu o livro como uma abordagem ao “melhor e pior” dos seres humanos.

Lula da Silva referiu na sua intervenção que a tortura, sobretudo nas democracias, é um assunto “esquecido” e elogiou José Sócrates por não ter encarado este tema como algo para além do “abominável”.

Mário Soares, fundador do PS e ex-Presidente da República, disse que Sócrates escreveu um “livro excepcional e verdadeiramentee político”.

Na apresentação do livro, estiveram presentes várias personalidades portuguesas, como Pinto Monteiro, ex-Procurador Geral da República, Noronha Nascimento, ex-presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Jaime Gama, Ferro Rodrigues e Henrique Granadeiro.

Fontes: RTP, IOnline, TSF, Económico, Tvi24

Sofia Martins e Soraia Martins

Tags: