Luís Carreira morre em Macau

O piloto português Luís Carreira, de 35 anos sofreu um despiste, na chamada Curva dos Pescadores, na zona mais rápida do circuito, na primeira sessão de qualificação do Grande Prémio de Macau de motos, quando concorria no território pela sétima vez.

Em declaração á lusa, outro português presente na competição, Nuno Caetano (Suzuki 1000), disse que a decisão de não correr em Macau foi tomada em sintonia com a Federação Portuguesa de Motociclismo e que se trata de um sinal de respeito pelo colega Luís Carreira.

O outro português que abandonou a corrida foi Fernando Costa (Ducati1200).

A mota incendiou-se logo após ao despite, segundo Costa Antunes, coordenador da Prova, “os serviços médicos, um veículo de intervenção rápida totalmente equipado e uma ambulância com dois médicos de serviços, em local perto do acidente, prestaram assistência imediata ao piloto e depois do diagnóstico clínico, Luís Carreira foi imediatamente transportado de ambulância para o Hospital, onde deu entrada as 16h08”.

Apesar da assistência prestada ao piloto, este não conseguiu resistir e sucumbiu aos ferimentos ás 16h28, acrescentou Costa Antunes.

Luís Carreira era natural de Lisboa, mas residia em Albufeira, no Algarve.

Foi quatro vezes campeão nacional de velocidade Stocksport 1000, em 2005 e entre 2008 e 2010.

Em 2000 foi campeão do troféu Honda Hornet e em 2001 campeão do troféu Honda CBR600.

Fontes: Metro e Público

Ana Cecília Rocha

Tags: