• Início
  • Notícias
  • Ministério Público acusou 13 funcionários da Segurança Social de Lisboa

Ministério Público acusou 13 funcionários da Segurança Social de Lisboa

O Ministério Público acusou 13 funcionários da Segurança Social de Lisboa de corrupção e branqueamento de capitais.

São Treze as pessoas acusadas alegadamento por terem cometido atos de corrupção e branqueamento de capitais.

A alegada prática de crimes de manipulação do sistema informático da segurança social, para anulação de dívidas de empresas, aumentos virtuais dos valores de pensões de reforma e atribuição fraudulenta de subsídios de desemprego, mediante recebimento de dinheiro por parte de cidadãos são as acusações que o ministério faz a estes treze funcionários públicos.

Para além da prática de crime, este é alegadamente praticado durante o horário de trabalho e com o recebimento de dinheiro por ele, o que torna estas queixas com maior gravidade. Tudo isto terá ocorrido a partir de 2013 até então.

Fonte: RTP, Sapo e CM.

Luís Capão

Tags: