Novas drogas na UE

Quase todas as semanas, a Europa encontra uma nova droga. Em 2011, o sistema de alerta rápido da UE encontrou 49 novas substâncias psicoactivas.

Este ano os dados preliminares de 2012 remetem para um agravamento do cenário – já somam mais de 50.

O número consta do relatório anual do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência ( OEDT), apresentado esta quinta-feira em Lisboa.

A catinona é uma das novas drogas que mais tem vindo a ser reportada na Europa, assim como a Cocaína, o ecstasy e anfetaminas.

Os dados sobre o consumo destas drogas surgiram através de estudos realizados na Irlanda, Espanha e Reino Unido. Tudo indica um consumo ainda baixo, mas com forte possibilidade de aumentar.

No entanto a heroína continua a ser a droga que mais preocupações traz à Europa, sendo ainda hoje responsável pela maior parte das doenças e mortes relacionadas com as mortes na União Europeia.

De acordo com o relatório da OEDT, estamos a entrar numa nova era em que “a heroína desempenhará um papel menos central no problema de consumo de droga na Europa”, porém avança que o recurso a múltiplas substâncias pode estar a aumentar.

Fontes: Público, Jornal de Notícias e Metro

Jéssica Amaro e Rita Paulo

Tags: