Novas pistas no caso Maddie


Pensa-se que os dois retratos-robô, embora ligeiramente diferentes, são a mesma pessoa.

A polícia britânica encarregue da investigação do desapareciemnto de Madeleine McCann, no Aldeamento da Praia da Luz, em 2007 no Algarve, divulgou esta segunda-feira dois retratos-robô de um novo suspeito que poderá ter raptado a criança há mais de seis anos.

Os mesmos serão mostrados no programa da BBCCrimewatch, juntamente com uma detalhada reconstituição dos acontecimentos em torno do rapto de Madeleine.

Depois da BBC ter transmitido ontem no programa “Crimewatch” uma reconstituição da noite do rapto de Madeleine McCann, a polícia britânica recebeu centenas de chamadas e e-mails com novas pistas para a investigação do caso.

Embora tenha sido “uma resposta sem precedente”, Joe Mather, director do Crimewatch da BBC, mostra-se especialmente agradado com a resposta dos cidadãos.

Por outro lado, Andy Redwood, da Scotland Yard, em declarações à imprensa britânica, alegou que “a resposta dos cidadãos foi positiva”.

O inspector-chefe Andy Redwood, responsável pela equipa de 37 pessoas da Polícia Metropolitana de Londres que está a investigar o caso, exclui a hipótese de um homem que foi visto com uma criança ao colo às 21h15 do dia 3 de Maio de 2007, na Praia da Luz, ser o autor do rapto. Segundo Redwood, a polícia seguiu durante seis anos uma pista falsa.

A polícia britânica centra agora as suas atenções num novo suspeito que foi visto por volta das 22 horas a dirigir-se para a praia com uma criança de pijama ao colo.

Segundo os retratos-robô divulgados, o novo suspeito é um homem com idade compreendida entre os 20 e os 40 anos, de cabelo curto e castanho e estrutura média.

A Scotland Yard oferece uma recompensa de 20 mil libras (24 mil euros) a quem der informações que possam conduzir à identificação do suspeito.

Fontes: Jornal Público (Edição Online), Jornal de Notícias (Edição Online), TVI24, Diário de Notícias (Edição Online).

Beatriz Alves, Cátia Ferreira e Marisa Rodrigues

Tags: