ONU inicia utilização de “drones”

A ONU apresentou hoje, o primeiro avião não tripulado (“drone”) utilizado numa missão, em Goma, no leste da República Democrárica do Congo.

O aparelho, fabricado em Italia, descolou às 12:01 horas (10:01 horas em Portugal continental) do aeroporto de Goma, na presença do chefe das operações de manutenção da paz da ONU, Hervé Ladsous, para uma apresentação à imprensa, e também à vários diplomatas.

Esta missão dispõe agora de dois aviões não tripulados para a estabilização da RDC ( Monusco).

Segundo um especialista militar, os dois “drones” iniciaram os voos de ensaio no domingo.

O principal objectivo deste aparelhos é o reconhecimento de várias zonas o que permitirá aos capacetes azuis vigiar a provincia do Kivu do Norte, situada ao leste da KDC, onde actuam dezenas de grupos armados que a Monusco tem por mandato “neutralizar”.

Outra finalidade destes “drones” é ainda assegurar o controlo da fronteira entre RDC e os dois países limitrofes do Kivu do Norte, Uganda e Ruanda, para evitar que estes prestem apoio a algumas milicias congolesas.

A Monusco conta ter no total cinco “drones”, e a partir de março pretende assegurar a vigilância aérea 24 horas por dia.

Fontes: Diário de Noticias, Jornal de noticias

Jennypher Carreiro

Tags: