Portugueses mortos em tiroteio na Suíça

Um tiroteio na cidade Suíça de Wilderswil, perto de Berna, esta segunda-feira, acabou em três mortes. As vítimas eram todas portuguesas, uma mulher, o ex-marido e o actual companheiro.

O crime tratou-se de um drama familiar. O homem deu um tiro à ex-mulher e ao seu actual marido, com quem se tinha casado há dois meses, e de seguida suicidou-se. As vítimas mortais tinham entre 40 e 50 anos.

Um porta-voz da polícia avançou que as autoridades foram alertadas, às 7:00 horas (6:00 em Portugal Continental), que estavam cadáveres perto da estação de comboios em Wilderswil.

O homicida e a ex-mulher tinham três filhos em comum, com idades entre os 6 e os 15 anos. O atirador, alegadamente terá também tentado matar os três filhos, mas a filha mais velha fechou a porta a tempo.

Segundo um testemunho recolhido por um jornal suíço, a mulher estava a ser ameaçada pelo ex-marido há algum tempo mas esta informação não foi confirmada pela polícia.

A polícia forense continua à procura de mais pistas, tendo colocado um largo perímetro de segurança à volta do local do crime.

Fontes: CM, DN, JN

Rita Afonso e Cátia Martins

Tags: