Prémio Leya 2012 para Nuno Camarneiro

O romance “Debaixo de algum céu”, de Nuno Camarneiro, é o vencedor do Prémio LeYa, no valor de 100 mil euros, que foi divulgado pelo presidente do júri, Manuel Alegre, na sede do grupo editorial.

A quinta edição do Prémio Leya vai pela segunda vez para um autor português:
Nuno Camarneiro, de 35 anos, vence com Debaixo de Algum Céu.

Um “romance urbano” à volta de um prédio de apartamentos à beira-mar, uma “exploração da ideia de purgatório” segundo o seu autor.

Fonte: Vimeo

“Quase todo passado dentro de um prédio e em oito dias, entre o Natal e o Ano Novo, e cada inquilino atravessa durante esse período o seu purgatório pessoal”, explica.

O júri “apreciou no romance Debaixo de Algum Céu a qualidade literária com que, delimitando intensivamente a figura fulcral do ‘romance de espaço’ e do ‘romance urbano’, faz de um prédio de apartamentos à beira-mar o tecido conjuntivo da vida quotidiana de várias personagens – saídas da gente comum da nossa actualidade, mas também por isso carregadas de potencial significativo”.

O prémio, no valor de 100 mil euros, é dado pela
Leya, um dos maiores grupos editoriais portugueses que reúne mais de uma dezenas de editoras e chancelas de Portugal, Angola, Moçambique e Brasil. O objectivo do prémio é distinguir um romance inédito escrito em português.

Fontes: Público e Diário de Notícias

Saiba mais:

RTP Acordar um dia Expresso

Paula Brilhante

Tags: