Reitores cortam relações com Governo

Concelho de Reitores das Universidades Portuguesas

Na sequência das negociações sobre as dotações do Orçamento de Estado no próximo ano, o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas ( CRUP) anunciou hoje o corte de relações com o Governo.

Realizou-se hoje, uma reunião na Reitoria da Universidade do Minho, em Braga, que terminou com a decisão da suspensão do CRUP em reuniões com o Governo, acerca das dotações do Orçamento de Estado do próximo ano e à restruturação da rede de Ensino Superior.

“A actual proposta de Orçamento de Estado para 2014 constitui uma total alteração aos pressupostos acordados na reunião realizada entre o Ministério da Educação e Ciências ( MEC) e o CRUP em Agosto passado”.

Assim, durante a reunião, os reitores acusaram o Governo de “quebra de compromissos” e de “falta de disponibilidade da tutela”, relativamente aos valores dos cortes posteriores.

Estes, consideraram ainda, que a falta de comunicação e de explicações sobre estes mesmo cortes orçamentais é “inédita”.

A demissão de António Rendas, presidente do CRUP, também marcou esta reunião.

O mesmo acabou por reconsiderar a decisão, face ao apoio demonstrado pelos restantes reitores, mas manteve a sua posição, dizendo que “estamos a querer defender o futuro de Portugal e da ciência no nosso país”.

Fontes: Notícias ao Minuto, Expresso, Jornali, Diário Digital e Público

Ana Elisa Pereira e Diana Ferreira Santos

Tags: