“Salas de sesta” para mulheres abrem no Japão

No Japão, as mulheres têm agora um espaço exclusivo onde podem recuperar as horas de sono perdidas devido ao excesso de trabalho.

As “salas de sesta” são a última tendência no que toca a matérias de saúde e beleza.

O ‘Ohirune Café Corner’ é o mais recente lugar deste género a abrir em Tóquio.

Um dos responsáveis pelo espaço, Masahiro Ota, disse à agência noticiosa espanhola EFE: “Há poucos sítios no local de trabalho nos quais as mulheres podem descansar e, por isso, procuramos oferecer um lugar para fazer uma sesta e recuperar energias”.

As salas de sesta para as mulheres em Jinbocho. Imagem: EFE

O café situa-se no centro da capital japonesa, na zona de Jinbocho, um dos locais onde estão presentes algumas das principais editoras do país.

Ota referiu que, neste espaço exclusivo a mulheres, as trabalhadoras destas empresas são as que mais o frequentam.

O café que inaugurou esta semana está aberto das 8:00 às 18:00 e o preço por cada dez minutos de descanso é de 150 ienes (1,11 euros).

As “salas de sesta” têm camas cobertas com lençóis brancos, cortinas penduradas no tecto e aromas suaves.

Segundo Masahiro Ota, uma “boa sesta” deve demorar cerca de 15 a 20 minutos.

Estas salas pretendem diminuir os casos de “karoshi” ou morte por excesso de trabalho.

Para além de tentarem reduzir o número de suícidios causados pela elevada carga horária imposta pelas empresas japonesas.

As vantagens destes minutos de descanso são o aumento da concentração, da eficiência e da produtividade da mulher, sendo também as sestas benéficas para a saúde mental.

Fontes: DN, TSF, SicNotícias, Diário Digital

Sofia Martins

Tags: