Se Eu Ficar (If I Stay) – Recomendo

Snipose

Mia Hall pensou que a decisão mais difícil que teria de tomar na sua vida era ter que escolher entre perseguir os seus sonhos musicais, tentando entrar na escola de música de Juilliard, ou mudar de rumo para estar com o amor da sua vida, Adam.

Mas o que era suposto ser uma tranquila viagem em família, num instante se torna numa tragédia e a vida de Mia fica presa por um fio.
Agora que se vê entre a vida e a morte, Mia tem de tomar uma decisão que irá definir não só o seu futuro, como também o seu destino e o daqueles que a rodeiam.

Aqui estão os ingredientes que me fizeram prender ao ecrã durante 107 minutos, sem querer perder um único segundo do filme.

É verdade, adorei o filme! É uma mistura bem equilibrada do que gosto de ver num romance dramático.

Fez-me repirar fundo para não chorar, sorrir e suspirar.

Fonte da Imagem: huffingtonpost

A história é narrada pela personagem principal, Mia (Chloe Grace Moretz) que intercala os dias atuais, quando ela sofre um acidente de carro com os pais, e as suas lembranças com Adam (Jamie Blackley) o seu namorado, os seus amigos e os familiares, enquanto ela luta entre a vida e a morte.

As cenas onde são relatados os dias atuais e como Mia vê os que lhe são próximos a assistir ao seu coma são emocionantes.

Foi nestes momentos que respirei fundo e os sentimentos vieram ao “de cima”, a tensão de não saber qual seria a escolha que Mia iria tomar e como iria ser a reacção de todos, fez-me “balançar”.

Para juntar ao bom drama e romance do filme nada melhor que uma banda sonoro que nos faça ficar ainda mais “agarrados” ao ecrã.

Adam desempenha na perfeição o seu papel e a banda sonora que lhe coube a ele desempenhar faz-nos querer ouvir e ouvir ainda mais.

Os solos de violoncelo da Mia deixaram-me arrepiada, a emoção com que ela toca e a energia que transmite são de ficar sem folgo.

São muitos os elogios, o que só transmite o quanto gostei do filme e recomendo!!

Fonte: Sapo

Dora Pereira

Tags: