Violência doméstica em Portugal

Segundo a APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima), em 2013, foram atendidos 37 222 casos, criados 11 800 casos de apoio e 8733 vítimas directas resultado de violência doméstica.

A violência doméstica pode ser distinguida em duas faces: violência doméstica em sentido estrito e violência doméstica em sentido lato.

Enquanto num caso se enquadram os maus tratos físicos, psiquícos, ameaças, crimes sexuais e injúrias, no outro entram crimes de contacto doméstico.

Neste segundo caso, pode salientar-se a violação de domicilio, devassa da vida privada, violação de correspondência, violação sexual, homicidio tentado/consumado, entre outros.

Existem seis tipos de violência doméstica. São eles: violência emocional, social, física, sexual, financeira e a perseguição.

A APAV oferece diferentes tipos de apoio às vítimas, não só de violência doméstica como a crimes de outra natureza, entre eles destaca-se o apoio júridico, social e psicológico.

Imagens de campanhas da APAV, neste caso da violência contra a mulher. APAV

Iolanda Rosa e Liliane Lobo

Tags: